CHIAROSCURO – Catarina Costa

«Podemos estar aqui a vida inteira a partilhar
aforismos tão leves que só os retemos para um dia
nos voltarmos a espantar com a sua ironia.

A margem onde nos sentamos bordeja
as artérias vitais da cidade onde se repartem
os labores de sobrevivência,
os actos da transumância necessária.

Não queremos ir para lá:
antes permancer nesta margem a vida inteira
a partilhar canções, histórias, provérbios,
alguns sentimentos até,
mas não os actos, muito menos a vida.»

douda correria#42
Chiaroscuro – Catarina Costa

(Desenho de Malia Poppe / grafismo de Joana Pires)

quiaroscuro

 

Imprensa/Blog´s

Blog 3 Reinos | 11.2017:

https://tr3sreinos.com/2017/11/06/chiaroscuro-catarina-costa/ 

 

Blog o poema insone03.2017:

http://opoemainsone.blogspot.pt/2017/03/catarina-costa.html

 

Jornal Expresso | 02.2017:

catarina

 

por Henrique Manuel Bento Fialho | 10.2016:

Antologia do esquecimento- Henrique Manuel Bento Fialho

 

Catarina Costa nasceu em Coimbra em 1985. Tem cinco livros de poesia publicados: A ração da noite (Companhia das Ilhas, 2016), Chiaroscuro (Douda Correria, 2016), Síndrome de Estocolmo (Textura, 2014), Dos espaços confinados (Deriva, 2013) e Marcas de urze (Cosmorama, 2008). Colaborou também em algumas revistas literárias. Estudou psicologia e já dinamizou oficinas de escrita no âmbito da reabilitação psicossocial.

Catarina Costa.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s