Ninguém Vai Poder Dizer Que Eu Não Disse – Carla Diacov

«cresces a boca quando choro: ABRA OS OLHOS FECHE OS MEUS GRITE UNS OUTROS. crescem pinheirinhos e tuas batatas ao chão. cresces sob minha luva vazia cresces detrás do pão de abóbora: DESVERTEBRARAM UMA CANÇÃO. cresces a roupa quando choro teu nome de tábuas e vertentes: O PENHASCO É MEU BEM.»

 

douda correria#43
Ninguém vai poder dizer que eu não disse – Vol.1 – Carla Diacov
(capa e grafismo de Joana Pires)

capadiacov

Revista Caliban-4 poemas poemas de Carla Diacov

Poemas de “Ninguém Vai Poder Dizer Que Eu Não Disse”, de Carla Diacov-<Modo de usar

canal para vídeos com poemas e jujubas dos meus livros lançados pela Douda Correria.

Anúncios

2 comentários sobre “Ninguém Vai Poder Dizer Que Eu Não Disse – Carla Diacov

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s