A ÚNICA PALAVRA – Sarah Adamopoulos

3

Posso então prosseguir
sendo quem sou,
religando-me à única palavra
– a cada dia que passa
cresce em mim
a possibildade
de não existir mais nenhuma.

Subo serras que são ondas,
ouço fragas como búzios,
e vejo no espelho imenso do céu
assombros de balbuciar o pasmo.

Faço companhia ao caminho
e abro nele com as mãos
que o escrevem
e a voz que o canta
o poema que será concha
ou rio
ou árvore
ou Outro qualquer
– porque ainda não te disse
o que decerto não concebes:
somos um,
o mesmo,
múltiplos desse que pergunta
quem é
antes ainda de se reconhecer
existente
quando do mistério emerge
o estremecimento inefável
no grande paradoxo de ser assim
– estranheza da partícula
que olhando o Mundo
encontra nele
toda a beleza
e todo o horror.

E isto que digo, Auguste,
não será sentença, definição,
teorema com jargão,
mas tão-somente epifania do poema,
fasma dissolvendo-se na miragem,
logo recompondo a sua aparição
na metamórfica natureza da passagem.

Tão-pouco se quer oculta
esta ascese (ou lá o que é)
que me galga
opondo-se a que o poema
se interponha
– obscurecendo-as –
entre estrelas.

É contra a opacidade que escrevo
e não, não tergiverso
– apenas escavo dentro de mim
em tronco nu diante do Mundo.

 

Douda Correria#72

a única palavra – Sarah Adamopoulos

(capa de Carolina Bastos/ composição por Joana Pires)

capa.jpg

 

Lançamento:

18 NOV |18H | Cais na Preguiça

Apresentação pela autora

Leitores: Fernando Quintas, Ana Madeira, Arnaldo Tobias, João-Paulo Esteves da Silva, Nuno Moura, Glória Godinho Alves, Patrícia Pires, José Xavier Ezequiel, Carolina Bastos, Madalena Ávila e Rosa Castelo

https://www.facebook.com/events/1513616092058704/

https://escritores.online/novo-livro-sarah-adamopoulos/

https://www.viralagenda.com/pt/events/426540/lancamento-a-unica-palavra-de-sarah-adamopoulos

http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/41808

Vídeo: Cais na Preguiça

Sarah a única palavra_Pedro Az._IMG_2571...jpg

Fotografia: Pedro Azevedo

 

 

Sarah Adamopoulos (n. 1964) foi jornalista durante muitos anos. Operária da escrita e da edição, tem sempre poemas dentro da cabeça. Por vezes escreve-os.

sarah_adamopoulos.jpg

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s