Dentro do meu peito você pode cultivar a solidão o ano inteiro – Diego Morais

11 DE SETEMBRO

Lembro que uma senhora trabalhava na minha casa e orava muito. Ela cozinhava orando e às vezes varria a casa lagrimando. Dona Lígia. Nunca esqueço o rosto da dona Lígia. Um rosto de compadecimento com o sofrimento alheio. Uma expressão cansada de esperança num mundo melhor. Eu liguei a televisão. e vi o avião acertando a primeira torre e depois outro detonando a segunda. Ela se ajoelhou de cara pra parede e começou a chorar. Começou a pronunciar palavras em línguas estranhas. Fiquei calado. Acho que a fé da dona Lígia me deixava sem palavras. Sem ter o que dizer. Todos os canais de noticias temiam uma terceira guerra mundial e resolvi me trancar e orar também. Não me ajoelhei. Sentei a bunda na beira da cama e comecei a visualizar com força um mundo melhor. O tempo passou. […]

 

douda correria#52
Dentro do meu peito você pode cultivar a solidão o ano inteiro – Diego Moraes
(prefácio de Mario Bortolotto, capa e grafismo de Joana Pires)

#52.jpg

Imprensa:

https://hojemacau.com.mo/2017/05/09/a-grande-invencao/ Diego Moraes – 09.05.2017

https://escritores.online/diego-morais-douda-correria/ – 02.03.2017

03.2017

Diego Moraes - Dentro... 03.2017.jpg

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s