Fruta Feia – Miguel Cardoso

«Se desci a poços
foi por não saber
fazer palas sobre os olhos
nem outros truques de visionário e abat-jour
Porque largar a infância
era ir na direcção inversa
dos túneis vastos que me deixara na vista
Era arranque em bruto para o alarme
das idades que descem
cruzando-me com rimbaud em sentido contrário
deixando cair lâminas de barbear pelos bordos
e levando às cavalitas poetas gastos
nortes de áfrica de hugo pratt
a cores tatuadas nas costas da mão
para o caso de cansar de cadernos e delúgios
Se subi a postes
foi pela mesma razão exacta
porque o chão era extenso
e que viesse depois a gravidade
dizer-me onde estava que ano era
e onde aplicar as ligaduras»
douda correria#04
Fruta Feia – Miguel Cardoso
(capa e paginação de Joana Pires)
IMGFruta Feia
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s